.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

PRESOS EM JUAZEIRO HOMICIDAS DE SÃO PAULO E IRECÊ

Em cumprimento as ordens judiciais, expedida pelas varas crimes das comarcas dos estados de São Paulo e Bahia, sendo a primeira, pela vara crime da cidade de São Paulo-SP, por ordem da Juíza Michelle Porto Medeiros Cunha Carrero, datado de 24-10-2012 e a segunda, expedida pela 1ª vara crime da cidade de Irecê-BA, em 01-11-2012 de ordem do Juiz da 1ª Vara Crime, Marcos Adriano Silva Ledo, o Delegado Regional de Juazeiro, Bacharel Fabio Antonio Candido, designou seu serviço de inteligência para busca de informações que levassem ao encalço dos foragidos da justiça.

Ontem, dia 05, por volta das 11 horas, as primeiras informações deram conta que o foragido da Justiça de São Paulo, Jober da Silva Cruz, encontrava-se em uma chácara de nome UNIDAS, nº. 1.093, Distrito Industrial, onde foi montada campana e o mesmo preso no interior da residência do seu pai. Com ele foi encontrado um veiculo da marca Renault Sendero vermelho e ainda no interior da Chácara uma espingarda de numeração 3351, calibre 28, com três cartuchos deflagrados, um notebook, quatro aparelhos celulares de diversas marcas.

O crime cometido por Jober foi por motivo de ciúmes da companheira, onde o mesmo desferiu vários golpes de faca no peito da mesma, na frente do filho de 8 anos de idade. Outra equipe do S.I já estava montando campana no intuito de deter o segundo elemento e em contato com o Delegado de Irecê, foi enviada uma foto do imputado que estava chegando a Juazeiro em um ônibus clandestino. Tal ônibus oriundo de Irecê com destino ao estado da Paraíba foi avistado pelos investigadores e com a foto, foi fácil o reconhecimento do foragido de nome Willian Claudino Dantas, que não resistiu e foi conduzido à delegacia de Juazeiro.

O foragido confessou o crime de dois homossexuais e, ferindo um terceiro, contou ainda que após bebedeira no interior da residência de um deles, segundo Willian, eles tentaram fazer sexo com ele a força, e acuado pelos homossexuais, saiu da casa, onde conseguiu um espeto e voltando ao interior da residência, deferiu o primeiro golpe em um deles e buscando na cozinha, conseguiu duas facas e passou a deferir novos golpes nos demais, vindo dois deles a óbito. Willian disse estar arrependido do feito.

Fonte :  17ª COORPIN 

0 comentários:

Postar um comentário